quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Não importa aonde mora, mas como se mora







Essa é a minha preferida.
Me dá a impressão de manter-se em pé
 em meio as opressões da vida.
Qual a sua?